Telefone: (11) 4399-3132 | 4341-3110 | 4200-0767
Blog

Ferrografia: saiba como funciona e importância na manutenção preditiva

A análise da qualidade do óleo é essencial em diversos setores da indústria e para as mais variedades atividades. Justamente por isso, a técnica de Ferrografia é tão importante e cada vez mais necessária. Trata-se de uma técnica laboratorial de manutenção preditiva que é focada no diagnóstico e monitoramento das reais condições de um maquinário que utiliza óleo como lubrificante, para seu funcionamento.

A Ferrografia verifica a quantidade de limalhas, que são partículas de desgaste e obtidas em análises dos lubrificantes. Através dessa técnica de manutenção preditiva é possível analisar profundamente alguns pontos essenciais, como os tipos de desgastes existentes, a presença ou não de contaminantes, o real desempenho do lubrificante, entre outros pontos.

Quando é preciso analisar o nível e a razão pela qual ocorre o desgaste em um equipamento de grande porte ou mesmo em máquinas pequenas, a Ferrografia entra em ação. São observados quesitos como o aspecto do lubrificante, sua morfologia, coloração, viscosidade, tamanho das partículas, opacidade e várias outras características.

Tipos de análises na Ferrografia

Existem basicamente dois tipos de análises de óleos lubrificantes que a Ferrografia lida: análise analítica e quantitativa.

No primeiro caso, o exame analítico possibilita a visualização de partículas com o objetivo de verificar quais os níveis de desgastes presentes. Trata das causas e severidade, sendo mais completa que análise quantitativa que veremos mais à frente. Além da classificação do tipo de desgaste, como abrasão, esfoliação, corrosão, dentre outros, também os classifica conforme sua forma (laminares ou esferas) ou ainda de acordo com sua natureza, podendo ser por óxidos, polímeros e outros contaminantes orgânicos.

Já a Ferrografia quantitativa, que também é chamada de leitura direta, apresenta diferença no formato do corpo de prova e ainda no método de leitura aplicado. É um exame que verifica a quantidade e o tamanho das partículas, as classificando como sendo maiores que 5 µm (Large – Grande) ou iguais ou menos que 5 µm (Small – Pequena). Normalmente é um tipo de análise de tendências.

Por que a Ferrografia é tão importante?

Ao analisar a qualidade do óleo de uma máquina ou equipamento, você monitora a capacidade de funcionamento e da própria produtividade da empresa. A manutenção preditiva, como o próprio nome indica, tem como foco apontar uma previsão de vida útil de todo e qualquer componente utilizado em máquinas e equipamentos, como do óleo lubrificante.

Dessa maneira, é possível se organizar e planejar financeiramente diversos aspectos da empresa, como quando será necessária a troca de óleo e qual a quantidade que deverá ser adquirida. Isso evita surpresas desagradáveis ao longo do tempo e evita despesas inesperadas, que certamente poderiam atrapalhar o fluxo de caixa da empresa e a própria capacidade de investimento.

A Lorencini Brasil está ao seu lado!

Especializada em análises laboratoriais dos mais variados tipos, como de Ferrografia, a Lorencini Brasil trabalha com tecnologia de ponta e conta com um laboratório de primeiro mundo para realizar análises precisas e ágeis, sem qualquer margem de equívoco. Em outras palavras, você sabe que pode confiar no know-how de quem está há muitos anos no mercado e de uma empresa que segue rigorosamente os padrões exigidos pelo CIGRE e ABNT.

Que tal saber mais sobre Ferrografia? Entre em contato hoje mesmo com a equipe comercial e esclareça todas as suas dúvidas sobre condições, prazos, exigências e muito mais. CLIQUE AQUI para enviar o seu e-mail.  Caso prefira telefonar, os números disponíveis são: (11) 4399-3132 | 4341-3110 | 4200-0767. Via WhatsApp: (11) 98971-5015.

Crédito: Tolola / Tipo de licença: Royalty-free / Coleção: Istock/ Getty Images Plus

 

Desenvolvido por: AO5 Marketing Digital

Fale por Whatsapp